Fotografia de férias

posted in: Sem categoria | 1

 

blog_faial_ferias

 

 

Olá amigos,

Pois é, as férias acabaram, pelo menos para a maioria de vocês, e agora há que olhar paras as recordações dos momentos passados.

Em relação a mim, alguém consegue adivinhar quantas fotos fiz durante as minhas férias ? Um palpite ? Ok, eu digo, ZERO !

Pode ser difícil de acreditar estar um período destes sem fazer nenhuma foto, mas é verdade. Eu explico o porquê e dou-vos também algumas ideias sobre como abordar este período de férias para nós, fotógrafos.

Para quem gosta de fazer fotografia, já percebeu que esta actividade nos ‘transforma’, por vezes, nuns seres pouco sociáveis, ou seja, durante o processo criativo focamo-nos naquilo que nos atrai, buscamos aquela composição especial, esperamos pelo momento mágico  da luz, e isso acaba por ser uma valente ‘seca’ para quem nos acompanha.

Como no período de férias é costume ir acompanhado pela família, já estão a ver quem são os sacrificados com o nosso ‘vício’ e daí, estas férias, eu ter decidido não sacrificar ninguém com o meu vício.

Mas nem toda a gente tem tempo disponível, fora das férias, para fazer muita fotografia pelo que vou deixar aqui algumas dicas de como podem minimizar os inconvenientes à família com o vosso hobbie.

Primeiro tentem ‘negociar’ uns dias, ou partes do dia, que serão dedicados à fotografia, com a promessa que nos outros dias não há ‘fotos’.  De preferência intercalando períodos para a fotografia com períodos para a família.

Para quem gosta de paisagem sabe que as melhores horas para fotografar é ao nascer ou ao pôr do Sol, assim aproveite enquanto a família ainda está a dormir para ir ‘apanhar’ aquele nascer do Sol maravilhoso.

Desafie a família a ajudá-lo a descobrir aquelas composições diferentes, o ângulo inesperado, a personagem insólita que nos cruzamos na rua. No fundo inclua-os no processo criativo.

Se gosta de retracto porque não cativar a família para uma sessão fotográfica no local de férias  ? Em vez de fazer aquelas fotos ‘banais’, procure fazer uns retratos um pouco mais cuidados, jogando com a luz existente, enquadramento, composição, etc. Verá que a família irá adorar e, da próxima vez, até lhe irá perdoar quando se perder no tempo quando for fotografar J

Espero que os conselhos tenham sido úteis e vos evitem umas ‘orelhas quentes’ da próxima vez que forem de férias com a máquina fotográfica.

Beijos e abraços.

 

  1. Carlos da Costa Branco

    Um texto que me fez sorrir mas com ideias úteis para quem queira no seu tempo de férias, fotografar e passear com a família sem sacrifícios de ambas as partes.
    Bem visto!

    Grande abraço
    Carlos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.